quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

TEMPO

*
*
*
*
*
*
Termino de receber um texto apreciativo sobre a minha poesia e gostaria de compartilhar com os amigos:


O LENTO OLHAR PERSEVERA

O caminho mais previsível para penetrar na obra poética de Assis de Mello está em lembrar a sua formação de biólogo e, a partir dela, tecer considerações sobre seus versos. O maior diferencial, no entanto, de sua obra parece estar na habilidade com que não se remete ao passado nem aponta para o futuro.
Os versos dele fazem vivenciar a matéria do tempo presente. O olhar que lança sobre o mundo é o da “lentidão dos moluscos”, como aponta no poema “O louco Diante do Espelho”, onde ainda afirma “e também trago a casa às costas”. A proposta é de uma passagem das horas dominada por uma psicologia do rastro, da delicadeza, do vislumbrar a realidade.
O texto que surge é o da “paisagem em semi-tons” e “o olvidar constante”. Instaura-se assim uma voz regida pelo cinza, sem radicalismo, potencializada pelo poder de observação. O esquecer permanente do ser e do viver gera a “extrema felicidade/em abarcar o mundo”.
As imagens do judeu errante, condenado a vagar pelo planeta, e de Prometeu, penalizado a ter seu fígado eternamente bicado por uma águia, finalizam o livro Na borda da ilha (Lumme Editor, 188 páginas, 2010). Tudo está  condenado a recomeçar, pois mesmo que as pessoas e titãs se esvaiam, o olhar do lento molusco a carregar sua casa pelo mundo persevera.

 Oscar D’Ambrosio
Doutorando em Educação,
Arte e História da Cultura 
na Universidade Mackenzie.
Mestre em Artes Visuais 
pelo Instituto de Artes da Unesp.
Integra a Associação Internacional 
de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil). 

Mantém o programa Perfil Literário
na Rádio UNESP

*

3 comentários:

Adriana Godoy disse...

Assis, o que dizer depois dessa apreciação? Só posso aplaudir e desejar que vc continue sempre neste caminho que alimenta a alma...Parabéns.

Beijo

C. disse...

Gratidão pelo compartilhar das preciosas palavras durante o ano.
Feliz dias, feliz todos os dias ;)
Beijos e Flores

sidnei olivio disse...

Chico, Concretos&Abstratos mudou para http://peloapelodapena.blogspot.com (coisas do ano novo).
Como sou analfabyte, mudei sem querer o link para o “concretos”. Me link again.
Beijos, Sidnei
(Um ano novíssimo cheio de saúde e poesia)