sexta-feira, 6 de abril de 2007

BEIJA-FLOR, JABUTICABAS

Acrílico sobre tela
*
*
*
*
*
Ao João, Meu Filho
*
-------------------------( ao completar 5 meses
------------------------------------- inspirado numa foto - )
*
*

O que vislumbram
olhos
que sequer alçaram-se
para além das ripas do berço
do silêncio frio da grade do jardim
da vidraça embaçada na noite escura
na qual um dia, com teu dedinho mágico
haverás de rabiscar uma garatuja
fadada a ser poema ?

*
*

Sim, há um horizonte lá fora, menino
revoadas de garças, coaxos, cheiros de jasmim
e um sol e uma lua que sempre se renovam

*
*
Amigos serão poucos, é verdade:
corações empedernidos e almas de cera
têm brotado dos pântanos ultimamente

*
*

- sinal dos tempos
*
*

Ajuda-os, meu filho
*
*

E que sejas sempre o que essa tua carinha expressa:
a própria leveza, a própria bondade

*
*

E nas horas mais frias das noites cruentas
sê o canário na mina de carvão:

*
*
-------------------------------------------------
Ilumina então a gruta com teu canto
*
*

2 comentários:

Gringa disse...

Maravilhosa, um "doçinho" de arrepiar...
Grinda

VaneideDelmiro disse...

Belíssimo. Adorei o blog.