quarta-feira, 15 de outubro de 2008

DIGNIDADE

*
*
*
*
*
*
O Vaga-Lume
*
( Para Marcia Tiburi )
*
*
--------------------Vico
--------------------&
--------------------Nietzsche
--------------------:
*
creio que era uma polca
aquilo que dançavam
por entre as ruas
do cemitério
*
*

Iam e vinham
a percorrer os muros
com saias rodadas
--------------------de camponesa
pra voltar ao mesmo lugar
mil vezes
*
*

D`um vaso de sempre-vivas
o Uroboro espiava
--------------------com a cauda
--------------------afogada na boca
*
--------------------&
*
eu, que me continha
sob o limbo d`uma folha de Ficus
[ que estrangulava
outra grande morácea ]
--------------------acendi as luzes
--------------------e voei à beira do rio
--------------------pra fugir
--------------------dos pensamentos
--------------------compulsivos
*
*
---------------------Heráclito estava lá
*
--------------------- em lugar algum se compra sossego
--------------------quando a noite
--------------------desce
*
*
*
*
*
*
Fin d`Voie
*
( Para Jacques Roubaud )
*
*
Estilhas
talharam o dia
quando a pedra
---------------caiu
*
*
O outono
aderido à fuligem
rolou na cegueira
antecipando o inverno
*
*

Toda alegria
---------------emigrou
---------------de antemão
pela rota das narcejas
*
pra morrer no sul
*
lá no sul
*
no extremo do sul
*
onde tudo
---------------a-bunda
*
*
*

5 comentários:

d'Angelo disse...

Da cauda da serpente à migração das pernaltas, da filosofia de Nápoles aos aforismos de Nietzche, mais os vôos e as estações, tudo convida a compartilhar esse nonsense. O velho Chico, qual o rio, é verdadeiramente um caminho para o mar.

f@ disse...

A bunda no sul a alegr ia... de brilh ar o sol ao entardecer...no Outono
em todas as estações
Bj das nuvens

Lívio disse...

Legal, o encontro com Heráclito. E bem sabemos: nunca encontramos o mesmo Heráclito...

Graça Pires disse...

"em lugar algum se compra sossego
quando a noite desce" Belo!
Gostei deste dois poemas aqui, onde "pela rota das narcejas" é outono.
Um abraço.

VFS disse...

"Heráclito estava lá"

disperso pelas correntes do movimento.

Também vou linkar seu blog.
Obrigado
Vicente

(Chico, tem que ler "Permanência" em meu blog. Temos muito que conversar)